Qual a diferença entre um workaholic e alguém com alta performance?

Pode parecer uma pergunta inocente, mas, é uma pergunta que me fazia desde que fundei a GEM Palestras, afinal, entre ser advogado, conselheiro na OAB de Vila Velha e, adicionalmente aos eventos que a GEM Palestras tem propiciado, muitas vezes me pergunto se estou em estado de Alta Performance, ou se apenas estou “trabalhando demais”.

E qual o atleta que nunca sentiu isso?

Pergunte aos grandes nomes como Erick Silva, a dificuldade que é encontrar o equilíbrio entre o treinar ao máximo, mas não exagerar.

Então esta pergunta martelava na minha cabeça, até que um dia, deparei-me com o artigo de um palestrante americano Jullien Gordon[1] (quem sabe a GEM Palestras não o traz ao Brasil), que conseguiu explicar as sete diferenças sutis (ou nem tanto) entre um Workaholic, viciado em trabalho e alguém que encontra-se focado em Alta Performance, fazendo uma interpretação do artigo as 07 diferenças seriam:

  1. Alta Performance tem desempenho, workaholics têm ocupação;
  2. Alta Performance sabe o que é suficiente, viciados em trabalho, não!
  3. Alta Performance oferece 100% no momento certo, workaholics tentam oferecer 110% toda hora.
  4. Alta Performance conhece o seu valor, um workaholic segue os valores dos outros;
  5. Alta Performance é proativa e intencional, um workaholic é reativo e reacional.
  6. Alta Performance é focada no que está sob seu controle, o viciado em trabalho, não.
  7. Alta Performance coloca-se em primeiro lugar, o viciado em trabalho, em último.

1. Alta Performance tem desempenho, workaholics têm ocupação;

Diferença-01_Alta_Performance_GEM_Palestras_ES_Atleta_Negócios_Life_Style_20170106_

Esta é a primeira “diferença sutil” que nem é tão sutil assim. Olhe em uma academia, você tem aquela pessoa que trabalha o músculo até o máximo… e aquela pessoa que passa horas e horas, fazendo 1.000 abdominais pela metade, bebendo água e assistindo TV. E depois reclamam, que apesar de 03 horas na academia não viu resultado nenhum.

Enquanto um workaholic está ocupado, e muitas vezes pré-ocupado, alguém que busque alta performance está focado em desempenho.

Um estudante que passa 8 horas lendo é um workaholic
Um estudante que passa 8 horas para melhorar a pontuação em um assunto, é alta performance.

Então avalie o seu dia hoje, você utilizou suas horas ocupando o seu tempo, ou buscando melhorar um desempenho?

Esta primeira diferença trazida pelo Jullien Gordon, está diretamente ligada a segunda diferença que é:

 

2. Alta Performance sabe o que é suficiente, viciados em trabalho, não!

Diferença-02_Alta_Performance_GEM_Palestras_ES_Atleta_Negócios_Life_Style_20170106_
Alta Performance sabe o que é suficiente, viciados em trabalho, não!

Alguém de alta performance, sabe exatamente o que é suficiente para atingir a um resultado. Já, para os viciados em trabalho, nunca é o suficiente.

Todo atleta aprende por amor, ou pela dor (normalmente pela dor), uma verdade que muitas vezes é esquecida no mundo empresarial:

“Folga é treino”

Isso mesmo, o dia de folga faz parte de qualquer treino de um atleta de alta performance, e mais, a folga é o seu momento de se preparar para o próximo movimento, só alguém que não se esforçou o bastante, acharia que não precisa da folga, e aí entram os viciados em trabalho que muitas vezes tentam compensar “nas folgas” os baixo desempenho durante a semana. Como diz o ditado Iugoslavo:

“Um bom descanso é metade do trabalho.”

 

Mas porque é tão importante assim a folga para a Alta Performance? Bem isso nos leva à terceira diferença entre Alta Performance e workaholics, que é…

 

3. Alta Performance oferece 100% no momento certo, workaholics tentam oferecer 110% toda hora.

 

Aceite, se você for sincero, vai assumir que nem mesmo você (workaholic ou não) é capaz de estar a 100% o tempo todo, então dedique-se a estar 100% no momento certo!

Um empresário de sucesso sabe muito bem, se o objetivo é fechar um acordo, foque 100% nisso, as outras atividades, se puder delegue, suspenda, ou qualquer coisa, mas não perca o foco.

Já um viciado em trabalho, vai jurar que está dando 110% de si, o tempo todo, mas todo mundo sabe que não existe 110%. Alguém que precise oferecer “110%” é porque tem um 100% muito baixo, provavelmente está no jogo errado.

Alta Performance oferece 100% no momento certo, workaholics tentam oferecer 110% toda hora. GEM PALESTRAS
Alta Performance oferece 100% no momento certo, workaholics tentam oferecer 110% toda hora.

Por exemplo, nem que eu dê 200% de mim em uma corrida, não tenho como competir com Usain Bolt, então eu posso escolher, mudar o jogo, ou melhorar minha performance gradualmente, mas fingir que eu poderia oferecer 200% de mim em todas as corridas só vai me trazer estresse, lesões e nenhum troféu.

Agora porque então um workaholic estaria disposto a se “sacrificar”, ao invés de atuar estrategicamente nos momentos certos para acumular troféus ao invés de stress? Isso porque os workaholics seguem os valores dos outros, e esta é a 4ª diferença…

4. Alta Performance conhece o seu valor, um workaholic segue os valores dos outros;

Diferença-04_Alta_Performance_GEM_Palestras_ES_Atleta_Negócios_Life_Style_20170106_
Alta Performance conhece o seu valor, um workaholic segue os valores dos outros

Você consegue imaginar Silvio Santos lendo críticas no jornal, ou pensando em ser comentarista de futebol? O maior apresentador de TV sabe o valor que tem, sabe quais são os pontos fortes e as limitações, isso é alta performance.

Acompanhando alguns atletas da UFC posso te dizer, quando eles perdem recebem um turbilhão de mensagens negativas, são alvo de milhões de memes. E sabem o que fazem? Eles voltam a treinar, não mais nem menos, apenas treinam… Alguém de alta performance tem seus próprios métodos de avaliação, e um senso interno de feedback, ficando assim menos suscetível aos feedbacks externos.

Por outro lado, um viciado no trabalho, está sempre em busca de aprovação, e quando não recebe o elogio, busca compensar trabalhando mais.

“A alta performance liberta, o vicio no trabalho aprisiona no medo.”

E, esta liberdade está diretamente ligado à 05ª diferença, que é…

5. Alta Performance é proativa e intencional, um workaholic é reativo e reacional.

Diferença-05_Alta_Performance_GEM_Palestras_ES_Atleta_Negócios_Life_Style_20170106_
Alta Performance é proativa e intencional, um workaholic é reativo e reacional.

Exatamente por saber o seu valor, saber o que é suficiente para o sucesso e saber quando dar o seu melhor é que a alta performance é intencional e proativa, planeja o dia, a semana, os meses e as vezes até anos.

Já um viciado em trabalho, fica preso nas demandas que vão surgindo, o famoso “apagar incêndio”, altamente reativo.

Certa vez tive a oportunidade de tentar marcar uma reunião com um advogado, que educadamente inclinou, informando que naquele dia teria uma audiência importante, por isso, queria ter todo o foco na audiência, mas, que estaria disponível no dia seguinte. Você acha que eu fiquei chateado com ele? Pelo contrário, apenas o admirei mais.

Então, você planeja o seu dia? Você é capaz de dizer não para alguém? Se você fosse se dar uma nota, sobre o quanto é proativa, de 0 a 10, qual seria?

 

6. Alta Performance é focada no que está sob seu controle, o viciado em trabalho, não.

A sexta diferença entre alguém que tenha Alta Performance, e alguém que é apenas viciado no trabalho diz respeito a focar no que está sob seu controle ou não.

A Alta Performance exige alto foco no que está sob seu controle, são as entradas e saídas. Um vendedor de Alta Performance, passa a hora garantindo que deu o seu melhor no atendimento ao cliente, que soube lidar com as resistências e que soube ouvir o cliente.

Alta Performance é focada no que está sob seu controle, o viciado em trabalho, não.
Alta Performance é focada no que está sob seu controle, o viciado em trabalho, não.

Já o vício em trabalho, muitas vezes leva a focar naquilo que não se tem nenhum controle, por exemplo, um vendedor workaholic poderia focar em “escolher o cliente certo”, ou reclamar que “o mercado está fraco”, ora, ambas as situações não estão sob controle do vendedor, focar nisso é um desperdício de energia que a Alta Performance não comporta.

  1. Alta Performance coloca-se em primeiro lugar, o viciado em trabalho, em último.

A última “diferença sútil” que Jullien Gordon, apresenta diz respeito à prioridade, a Alta Performance exige que se coloque sempre em primeiro lugar. Pode parecer arrogante, mas, trata-se do desdobramento das diferenças que vimos, não há como ter bom desempenho se não se colocar em primeiro lugar. Por isso, apenas após atender às próprias necessidades, alguém em Alta Performance estará disponível para ajudar aos outros.

Por outro lado, um Workaholic, normalmente se coloca em último lugar, por isso é tão comum o diagnóstico de síndrome de burnout, por isso é tão comum gerentes que não almoçam direito (quando almoçam), sempre colocando a empresa, o chefe, o setor, e tudo mais antes dele mesmo.

CONCLUSÃO

Simplificando: A alta performance é exigir de você o máximo para alcançar um resultado, nem um pouco menos, e nem mais do que isso.

E você, atualmente está em alta performance?